segunda-feira, dezembro 11, 2023
In√≠cio ¬Ľ Atletas que eram rivais se tornam dupla medalhista em Ribeir√£o Preto

Atletas que eram rivais se tornam dupla medalhista em Ribeir√£o Preto

A dupla do DF Pedro e Guilherme, que ganhou o bronze no t√™nis de mesa, costumava se enfrentar em competi√ß√Ķes

por Ayrton Lemos
0 Coment√°rio

Que o esporte √© instrumento de crescimento individual e intera√ß√£o social, todo mundo sabe ‚Äď e os Jogos da Juventude 2023 mostram essa teoria na pr√°tica. Depois de se enfrentar em competi√ß√Ķes de t√™nis de mesa durante anos, a dupla de mesatenistas do DF Pedro e Guilherme subiu ao p√≥dio e levou a medalha de bronze na competi√ß√£o, que segue at√© s√°bado (16), em Ribeir√£o Preto (SP).

Dos mais de 4,5 mil atletas que participam do evento promovido pelo Comit√™ Ol√≠mpico Brasileiro (COB), 155 representam o DF gra√ßas a uma parceria com a Secretaria de Educa√ß√£o (SEEDF). Al√©m da medalha que conquistaram, Pedro Costa de Oliveira, 17 anos, e Guilherme de Oliveira, 16, se destacaram por sua comunica√ß√£o, seus contextos diferentes e por serem, ordinariamente, advers√°rios em competi√ß√Ķes.

Espírito esportivo

Pedro e Guilherme já competiram em jogos regionais e nacionais, e muitas vezes jogaram um contra o outro. Tal rivalidade não foi o suficiente para diminuir o espírito esportivo e maturidade dos atletas, que ficaram amigos dentro e fora das quadras.

Na quadra em que se realizavam v√°rios jogos simult√Ęneos de t√™nis de mesa, a dupla brasiliense era a que mais dialogava entre si. Os atletas ouviam com aten√ß√£o quando o companheiro indicava mudan√ßas e estrat√©gias necess√°rias para vencerem seus advers√°rios. Essa intera√ß√£o foi chave para seu desempenho na modalidade.

‚ÄúVendo de fora, voc√™ consegue avaliar muito sobre o oponente, ent√£o era importante dar dicas um para o outro de como melhorar e tentar nos ajudar‚ÄĚ, conta Pedro. ‚ÄúComunica√ß√£o melhora o entrosamento dos jogadores, melhora o jogo e nos deixa mais confiantes‚ÄĚ. Aos jovens atletas que buscam ser melhores em suas modalidades, ele recomenda: ‚ÄúN√£o desanimem e n√£o desistam. Continuem tentando‚ÄĚ.

Os atletas

Aluno do Centro de Ensino M√©dio (CEM) 5 de Taguatinga, Pedro joga t√™nis de mesa h√° mais de dez anos. Foi inspirado pelo pai, que tamb√©m j√° participou de competi√ß√Ķes na modalidade. ‚ÄúAl√©m da sa√ļde, o esporte me motivou a ficar fora do mau caminho‚ÄĚ, conta o atleta. ‚ÄúMe sinto muito motivado na vida‚ÄĚ.

J√° Guilherme, que estuda no Centro Educacional Leonardo da Vinci, na Asa Norte, treina h√° quatro anos e faz sua estreia nos Jogos da Juventude. ‚ÄúVou levar comigo as amizades e o que aprendi com a oportunidade de conhecer pessoas de outros esportes, pois entendi muito sobre as outras modalidades‚ÄĚ, afirma.

*Com informa√ß√Ķes da SEEDF

você pode gostar

Deixe um coment√°rio

Portal de Notícias 

Saiu no DF, Saiu aqui.

Escolhas dos editores

Artigos Mais Recentes