s√°bado, dezembro 9, 2023
In√≠cio ¬Ľ Ator Jeff Machado foi assassinado no Rio de Janeiro; Bruno Rodrigues √© um dos suspeitos do crime¬†

Ator Jeff Machado foi assassinado no Rio de Janeiro; Bruno Rodrigues é um dos suspeitos do crime 

Bruno Rodrigues deu entrevista, por telefone, ao jornalista Roberto Cabrini, da Record TV

por Ayrton Lemos
0 Coment√°rio

Suspeito do assassinato de Jeff Machado, Bruno de Souza Rodrigues negou ter assassinado o ator. Foragido, ele deu entrevista por telefone ao jornalista Roberto Cabrini. A conversa foi exibida no “Domingo Espetacular”, da Record TV, nesse domingo (5).

“Eu n√£o matei o Jeff, e nem mataria. Nem ele e nenhuma outra pessoa”, disse Rodrigues. “Se eu planejaria uma morte t√£o cruel dessa? Minha resposta √© n√£o, nunca, em hip√≥tese alguma”, afirma.

“Tenho colaborado com a pol√≠cia. Dando as informa√ß√Ķes, relatando os fatos e indicando o local do corpo na expectativa de que a pol√≠cia fa√ßa o trabalho de procura, que localize o Marcelo o quanto antes e confiando 100% total na minha defesa para que eles de fato consigam provar a minha inoc√™ncia.”

Advogado de Bruno, Jo√£o Maia tamb√©m foi entrevistado. O defensor exp√īs a vers√£o do seu cliente, a de que um terceiro homem, de nome Marcelo, teria sido respons√°vel pela morte de Jeff Machado.

A Polícia Civil afirma que as evidências apontam para o fato de que não havia uma quarta pessoa, além de Jeff, Bruno Rodrigues e o outro suspeito, Jeander Vinícius Braga, no local do crime.

O que mais disse a defesa de Bruno

Falas de Jo√£o Maia, advogado de Bruno Rodrigues, em entrevista ao “Domingo Espetacular”.

Bruno “insiste em dizer” que o crime foi cometido por um homem chamado Marcelo. “Eu n√£o acredito que o Bruno v√° mudar a vers√£o dele. Ele relata para n√≥s, e n√≥s tivemos um trabalho incisivo perante o Bruno para entender o caso e ele insiste em dizer que efetivamente quem matou o Jefferson foi Marcelo e que ele foi coagido.”

Defesa o orientou a confessar crime de oculta√ß√£o de cad√°ver. “N√≥s percebemos que realmente era o caso do Bruno confessar o crime que ele praticou, que foi a oculta√ß√£o de cad√°ver. Eles se dirigem at√© a casa em que o Jefferson foi enterrado, o Vinicius passa a noite cavando, o Bruno vai para casa, depois ele retorna e quando chega l√° o ba√ļ j√° t√° enterrado.”

O crime de oculta√ß√£o de cad√°ver est√° previsto no artigo 211 do C√≥digo Penal e tem pena prevista de um a tr√™s anos de reclus√£o. √Č uma pena bastante inferior √† do crime de homic√≠dio, previsto no artigo 121, que vai de seis at√© trinta anos de pris√£o, a depender dos agravantes e atenuantes poss√≠veis.

O dito Marcelo teria cometido o crime por infec√ß√£o por HIV. “O Bruno relata que a motiva√ß√£o do crime de Marcelo seria a poss√≠vel transmiss√£o de HIV, em raz√£o desses atos sexuais sem preservativo, Cabrini?! Dizendo que o Jefferson era portador de HIV.”

A morte de Jeff Machado

O corpo do ator Jeff Machado foi encontrado num ba√ļ em Campo Grande (RJ) no dia 22 de maio. Jeander Vin√≠cius, um dos suspeitos do crime, foi preso na sexta-feira (2). O outro suspeito, Bruno de Souza Rodrigues, est√° foragido.

Jeff estava desaparecido há quatro meses. A família começou a suspeitar do sumiço no dia 27 de janeiro, e no dia 9 de fevereiro ele foi declarado desaparecido pela polícia.

Um vídeo divulgado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro mostra o momento exato em que o corpo do ator foi encontrado.

O que apontam as investiga√ß√Ķes

Os suspeitos são Bruno de Souza Rodrigues e Jeander Vinícius da Silva Braga. Bruno era amigo de Jeff, prometeu um papel na novela ao ator e chegou a visitar a casa da vítima após a morte. Bruno também trabalhou na Globo, de onde foi demitido por justa causa. Segundo a polícia, Bruno e Jeander se conheciam há longa data.

Assassinato

Em depoimento, Jeander disse que Bruno dopou Jefferson com uma subst√Ęncia em um suco. Os tr√™s se dirigiram ao quarto da v√≠tima, que achava que participaria de um ato sexual para uma plataforma de conte√ļdo adulto. Segundo o suspeito, no entanto, o ato n√£o chegou a ser gravado. Ao entrar no quarto, Jefferson, dopado, foi estrangulado com um fio de telefone pelo Bruno.

Jeff acreditava que come√ßaria a atuar em uma novela  ap√≥s pagar R$ 20 mil a Bruno por papel em produ√ß√£o: O crime aconteceu tr√™s dias antes da data em que a v√≠tima acreditava que come√ßaria a atuar em uma novela da Globo.

O crime foi premeditado. Segundo a delegada, o crime começou a ser planejado em 30 de novembro de 2022, quando Bruno alugou a quitinete onde o cadáver do Jefferson seria ocultado. O suspeito se passou por Jefferson para a proprietária do imóvel.

Crime aconteceu √† tarde. A investiga√ß√£o aponta que o fato aconteceu entre 15h30 e 18h, porque, logo depois, Bruno iniciou uma s√©rie de liga√ß√Ķes de cunho financeiro.

Corpo foi colocado no ba√ļ e transportado para casa onde foi ocultado. Tanto o ba√ļ quanto o carro eram de Jeff. Segundo a investiga√ß√£o, Jeander dirigiu e Bruno ficou no carona. Os dois optaram por um trajeto mais longo na tentativa de evitarem uma poss√≠vel abordagem da pol√≠cia, mas n√£o tiveram sucesso. Eles foram abordados por uma blitz, ultrapassaram o bloqueio e chegaram a entrar em persegui√ß√£o, mas Jeander conseguiu despistar.

Ocultação do corpo

Os suspeitos levaram o cad√°ver para a quitinete alugada por Bruno, enterrando o ba√ļ no quintal da casa. Dias depois, um pedreiro foi contratado por Bruno para concretar o piso desse quintal.
A motivação do crime teria sido financeira: Jefferson iria cobrar o valor de R$ 20 mil que pagou para ter um papel em uma novela. Além disso, Bruno temia ser desqualificado como pessoa influente no meio artístico se Jeff expusesse a farsa do suspeito.

Ainda segundo a investigação, Bruno tentou vender o veículo da vítima em agências de automóvel, mas não conseguiu por não ter em mãos o documento de compra e venda do veículo. O suspeito também teria tentado vender uma casa de Jeff em Guaratiba, avaliada entre R$ 500 e R$ 600 mil, por R$ 250 mil.

Jeander disse ter recebido R$ 500 de Bruno para mentir à polícia. O suspeito disse ter recebido o valor para ratificar a narrativa de Bruno que um terceiro homem, chamado Marcelo, teria matado Jeff e coagido os reais suspeitos a realizar todos os atos. Depois, Jeander afirmou que Marcelo nunca existiu.

(Uol / Folhapress)

você pode gostar

Deixe um coment√°rio

Portal de Notícias 

Saiu no DF, Saiu aqui.

Escolhas dos editores

Artigos Mais Recentes