s√°bado, dezembro 9, 2023
In√≠cio ¬Ľ Mais evid√™ncias aparecem contra influenciadoras acusadas de racismo

Mais evidências aparecem contra influenciadoras acusadas de racismo

Nancy Gonçalves e Kérollen Cunha reclamam de "cheiro podre" no carro. A mãe ainda encosta na cabeça do motorista e diz: "Acho que é por causa desse cabelo"

por Ayrton Lemos
0 Coment√°rio

Rio РAs influenciadoras Kérollen Cunha e Nancy Gonçalves, investigadas por racismo, já se envolveram em outra polêmica por ofender um motorista de aplicativo em um vídeo publicado nas redes sociais. O caso não foi registrado na delegacia.

Publicada em 2021, a filmagem mostra as duas entrando no carro do homem e reclamando de “cheiro de podre” e “cheiro de bicho morto”. Na sequ√™ncia, a m√£e passa a m√£o na cabe√ßa do motorista e o ofende: “Acho que √© por causa desse cabelo. Cabelo grande, suado”. A filha responde: “Que nojo, n√£o mexe nisso”. No fim, elas d√£o R$ 200 ao homem como “desculpa”.

Ap√≥s a repercuss√£o negativa, as influenciadoras, que possuem mais de 13 milh√Ķes de seguidores no TikTok, apagaram o v√≠deo e publicaram um novo com o motorista. Nesse, elas afirmam que pediram para ofender e gravar o homem como forma de “trollagem” (uma brincadeira ou “pegadinha”) para a internet. O motorista confirmou a vers√£o e disse que n√£o se sentiu humilhado porque a situa√ß√£o foi combinada.

Ainda assim, parte dos internautas mantiveram as cr√≠ticas contra as atitudes das influenciadoras. “Racismo recreativo n√£o √© trollagem”, comentou um perfil. “Eu acho que voc√™s n√£o deveriam fazer esse tipo de trollagem, eu fiquei bem sentida”, publicou outro. 

Den√ļncias por racismo

O Minist√©rio P√ļblico do Rio recebeu quase 700 den√ļncias contra um v√≠deo no qual K√©rollen e Nancy entregam uma banana e um macaco de pel√ļcia para duas crian√ßas negras. O caso est√° sendo investigada pela 2¬™ Promotoria de Justi√ßa de Investiga√ß√£o Penal Especializada da Capital.

A Pol√≠cia Civil tamb√©m foi acionada e a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intoler√Ęncia (Decradi) instaurou um inqu√©rito. Os v√≠deos ser√£o analisados e dilig√™ncias est√£o em andamento para identificar todos os envolvidos e apurar o poss√≠vel crime.

Publicidade

Nas imagens, Kérollen conversa com um menino negro e pergunta se ele gostaria de ganhar um presente ou R$ 10. Ele escolhe o presente, mas, quando percebe que era uma banana, demonstra que não gostou e sai.

Em outro momento, a influenciadora conversa com menina na rua e oferece a op√ß√£o de a crian√ßa escolher entre R$ 5 ou um presente. A menina escolhe pelo presente, abre a caixa e v√™ que se trata de um macaco de pel√ļcia. Com o brinquedo nos bra√ßos, a crian√ßa aparenta ter ficado feliz e agradece.

De acordo com a advogada Fayda Belo, especialista em direito antidiscriminat√≥rio, as imagens apresentam “racismo recreativo”, situa√ß√£o na qual uma pessoa usa a discrimina√ß√£o contra pessoas negras como o intuito de divers√£o.

Em nota publicada nas redes sociais, as influenciadoras afirmam que “n√£o havia inten√ß√£o de fazer qualquer refer√™ncia a tem√°ticas raciais ou a discrimina√ß√£o de minorias”.

você pode gostar

Deixe um coment√°rio

Portal de Notícias 

Saiu no DF, Saiu aqui.

Escolhas dos editores

Artigos Mais Recentes