quinta-feira, novembro 30, 2023
In√≠cio ¬Ľ Opera√ß√£o do MP mira supostas irregularidades na libera√ß√£o de verbas para eventos esportivos, no DF

Operação do MP mira supostas irregularidades na liberação de verbas para eventos esportivos, no DF

Investigadores cumprem 30 mandados de busca e apreens√£o nas Secretarias de Economia e Esporte.

por Ricardo Souza
0 Coment√°rio

O Grupo de Atua√ß√£o Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Minist√©rio P√ļblico do Distrito Federal (MPDFT), realizou na manh√£ desta quinta-feira (11) uma opera√ß√£o que investiga o suposto desvio de verbas p√ļblicas em eventos esportivos. Os investigadores cumprem 30 mandados de busca e apreens√£o nas Secretarias de Economia e de Esporte.

Segundo as investiga√ß√Ķes, a Secretaria de Esporte liberou verbas, entre junho de 2021 e janeiro de 2022, em termos de fomento supostamente ilegais para v√°rias institui√ß√Ķes. Entre elas, uma com sede em Goi√Ęnia, Goi√°s. O Minist√©rio P√ļblico ainda apura o preju√≠zo aos cofres p√ļblicos.

Os investigadores apontam que diversos eventos beneficiados não aconteceram e serviriam apenas de fachada para mascarar o destino das verbas. Segundo o MP, a Federação Brasiliense de Jiu-jítsu teria sido a verdadeira instituição beneficiada com o esquema.

O presidente da institui√ß√£o, Francisco Santoro, √© subsecret√°rio de Sa√ļde F√≠sica para o Servidor P√ļblico, na Secretaria de Economia.

A operação investiga os crimes de uso de documento falso, corrupção ativa e passiva, associação criminosa e lavagem de dinheiro. A ação conta com o apoio do Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Decor), da Polícia Civil do DF.

você pode gostar

Deixe um coment√°rio

Portal de Notícias 

Saiu no DF, Saiu aqui.

Escolhas dos editores

Artigos Mais Recentes