domingo, dezembro 10, 2023
In√≠cio ¬Ľ Setor Comercial Sul ter√° cerca de 300 novas atividades

Setor Comercial Sul ter√° cerca de 300 novas atividades

por Ayrton Lemos
0 Coment√°rio

Lei do GDF √© mais uma medida para resgatar a identidade e o potencial econ√īmico da regi√£o central do Plano Piloto 

Ponto de circula√ß√£o de 150 mil pessoas diariamente, o Setor Comercial Sul (SCS) segue avan√ßando em sua renova√ß√£o. Nesta quarta-feira (3), foi assinada a lei que amplia o n√ļmero de atividades no local, permitindo a instala√ß√£o de faculdades, creches e institui√ß√Ķes de educa√ß√£o de n√≠vel t√©cnico, entre outras.

Ao todo, s√£o aproximadamente 300 novas atividades comerciais permitidas. Elaborada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habita√ß√£o (Seduh), a iniciativa atende a uma demanda antiga do com√©rcio da regi√£o e foi assinada pela vice-governadora Celina Le√£o em cerim√īnia no Pal√°cio do Buriti.

‚ÄúO SCS faz parte da hist√≥ria do DF. O abandono daquele local antes do nosso governo representava o abandono do DF. Se voc√™ chega em cidades que investem em √°reas centrais, elas s√£o √°reas de turismo, ent√£o temos agora o desafio de dar vida ao SCS, o que faremos mudando a destina√ß√£o e a amplia√ß√£o das atividades naquele setor‚ÄĚCelina Le√£o, vice-governadora

Atualmente, no SCS, existem empresas que desejam ocupar os espaços vazios e não conseguem se instalar, e outras que já atuam lá, mas não podem regularizar suas atividades. Em ambos os casos isso ocorre por não oferecerem serviços previstos para o local, a exemplo dos cursos de tecnologia da informação. Situação que muda com a lei.

‚ÄúO nosso governo mudou a chave na √°rea empresarial. Hoje, as reivindica√ß√Ķes s√£o recebidas com carinho e respeito, e isso virou a chave da nossa economia. Basta dizer que, durante a pandemia, o DF gerou mais de 100 mil empregos‚ÄĚ, destacou a vice-governadora durante o evento. ‚ÄúO SCS faz parte da hist√≥ria do DF. O abandono daquele local antes do nosso governo representava o abandono do DF. Se voc√™ chega em cidades que investem em √°reas centrais, elas s√£o √°reas de turismo, ent√£o temos agora o desafio de dar vida ao SCS, o que faremos mudando a destina√ß√£o e a amplia√ß√£o das atividades naquele setor‚ÄĚ, acrescentou Celina Le√£o.

Segundo especialistas, entidades e representantes do com√©rcio, h√° muito tempo o setor necessitava de uma norma inovadora para diversificar um espa√ßo degradado ao longo dos anos e, portanto, estimular novas oportunidades. A expectativa √© que os novos usos e atividades deem condi√ß√Ķes para atrair investimentos ao SCS em diferentes √°reas do com√©rcio e servi√ßo.

‚ÄúA lei permite mais de 300 novos usos ao Setor Comercial Sul, o que possibilita a regulariza√ß√£o das empresas que est√£o no local e a atra√ß√£o de novas empresas que v√£o gerar mais emprego, renda e seguran√ßa, uma vez que v√°rias atividades s√£o desenvolvidas durante os tr√™s turnos do dia, o que gera maior circula√ß√£o de pedestres e afasta a sensa√ß√£o de inseguran√ßa que hoje existe no setor‚ÄĚ, acrescentou o secret√°rio de Desenvolvimento Urbano e Habita√ß√£o (Seduh), Marcelo Vaz.

‚ÄúA lei permite mais de 300 novos usos ao Setor Comercial Sul, o que possibilita a regulariza√ß√£o das empresas que est√£o no local e a atra√ß√£o de novas empresas que v√£o gerar mais emprego, renda e seguran√ßa, uma vez que v√°rias atividades s√£o desenvolvidas durante os tr√™s turnos do dia, o que gera maior circula√ß√£o de pedestres e afasta a sensa√ß√£o de inseguran√ßa que hoje existe no setor‚ÄĚMarcelo Vaz, secret√°rio de Desenvolvimento Urbano e Habita√ß√£o

Vale ressaltar que a lei n√£o prev√™ a possibilidade de moradia no SCS. Tamb√©m n√£o trata de mudan√ßas nos par√Ęmetros de ocupa√ß√£o do setor, ou seja, n√£o vai interferir em aspectos como a altura de pr√©dios, coeficiente de aproveitamento, entre outros pontos.

O texto passou pela aprova√ß√£o da C√Ęmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), pelo Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan), por audi√™ncia p√ļblica, al√©m de ter o aval do Instituto do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional no Distrito Federal (Iphan-DF).

‚ÄúEssa lei vai resolver em definitivo o s√©rio problema de degrada√ß√£o do SCS localizado no cora√ß√£o do Brasil, a 300 metros da Esplanada dos Minist√©rios, e que sediou no passado grandes bancos, construtoras e empresas. A degrada√ß√£o do setor n√£o √© nova e l√° j√° foi o metro quadrado mais caro de Bras√≠lia, mas hoje n√£o encontra interessados. Temos nove edif√≠cios desocupados e mais de 1,5 mil estabelecimentos fechados‚ÄĚ, elogia o presidente da Associa√ß√£o Comercial do DF (ACDF), Fernando Brites.

Setor de cara nova

O GDF também trabalha na reforma do Setor Comercial Sul, nos mesmos moldes do que foi feito na W3 Sul, no Setor de Rádio e TV Sul e no Setor Hospitalar Sul. Em todas as quadras do SCS haverá recuperação da pavimentação, reforma das calçadas, escadas e rampas, nova sinalização vertical e horizontal, reorganização dos estacionamentos, paisagismo e mobiliário urbano.

Atualmente, esse servi√ßo est√° em andamento nas quadras 3, 4 e 5, com investimento de R$ 8,9 milh√Ķes. O projeto executivo e o edital para a contrata√ß√£o de empresa respons√°vel pela reforma da Quadra 6 est√£o em andamento. ‚ÄúAs obras s√£o importantes, mas √© a mudan√ßa das atividades que v√£o fazer o Setor Comercial Sul voltar a ser ativo e economicamente vi√°vel. √Č o que n√≥s estamos trabalhando‚ÄĚ, pontua o secret√°rio de Governo, Jos√© Humberto Pires de Ara√ļjo, presente na cerim√īnia.

Vale lembrar que o governo j√° reformou a Pra√ßa do Povo, na Quadra 3, com investimento de R$ 1,5 milh√£o e entregue em setembro de 2021. No caso da Pra√ßa do Povo foram constru√≠das novas cal√ßadas, pista de skate e √°rea para quiosques com acessibilidade, al√©m da instala√ß√£o de l√Ęmpadas LED no local, que tem cerca de 2,8 mil metros quadrados.

Os projetos foram elaborados pela Seduh e est√£o sendo executados pela Secretaria de Obras. Se somados, os investimentos nas quadras 3, 4 e 5 e o da Pra√ßa do Povo chegam a R$ 10,4 milh√Ķes.

*Com informa√ß√Ķes da Seduh

você pode gostar

Deixe um coment√°rio

Portal de Notícias 

Saiu no DF, Saiu aqui.

Escolhas dos editores

Artigos Mais Recentes