s√°bado, dezembro 9, 2023
In√≠cio ¬Ľ Rede de ensino ter√° R$ 61,4 milh√Ķes em 2023 para refor√ßar merenda escolar

Rede de ensino ter√° R$ 61,4 milh√Ķes em 2023 para refor√ßar merenda escolar

DF teve 50,4% de reajuste no valor pago pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), o que permitirá uma maior variedade do cardápio e enriquecimento nutricional

por Marcela Alves
0 Coment√°rio

Todos os dias o Governo do Distrito Federal (GDF) serve 578 mil refei√ß√Ķes aos estudantes da rede p√ļblica de ensino. A alimenta√ß√£o √© considerada uma etapa importante dentro da aprendizagem e ter√° um incremento no or√ßamento, que permitir√° uma maior variedade do card√°pio e enriquecimento nutricional.

Recentemente, o DF teve 50,4% de reajuste no valor pago pelo Programa Nacional de Alimenta√ß√£o Escolar (Pnae), que cuida da merenda escolar. Com o aumento do repasse, a rede p√ļblica de ensino receber√° R$ 61,4 milh√Ķes em 2023 para melhorar a oferta da merenda dos alunos.

Na prática, isso significa uma variedade maior do cardápio e um enriquecimento em valores nutricionais. O GDF passa a receber esse valor de imediato, o que permitirá aumentar a oferta de proteínas servidas aos estudantes, adquirir novos insumos e até testar a aceitação de outros entre os alunos.

‚ÄúA alimenta√ß√£o √© sempre uma prioridade dentro da nossa pasta. Sempre buscamos ampliar a variedade e melhorar a qualidade dos alimentos para melhor nutrir os alunos da rede p√ļblica de ensino‚ÄĚH√©lvia Paranagu√°, secret√°ria de Educa√ß√£o

‚ÄúRecebemos com muita alegria o an√ļncio do aumento do repasse para a merenda escolar. Um estudante precisa estar bem-alimentado para conseguir aprender os conte√ļdos, participar das din√Ęmicas da escola e da socializa√ß√£o com os colegas. A alimenta√ß√£o √© sempre uma prioridade dentro da nossa pasta. Sempre buscamos ampliar a variedade e melhorar a qualidade dos alimentos para melhor nutrir os alunos da rede p√ļblica de ensino‚ÄĚ, afirma a secret√°ria de Educa√ß√£o, H√©lvia Paranagu√°.

No Brasil, o or√ßamento destinado diretamente ao Pnae vai saltar de R$ 4 bilh√Ķes para cerca de R$ 5,5 bilh√Ķes em 2023. No DF, o aumento supera os 50%, enquanto em outras unidades da Federa√ß√£o ficou na ordem de 36%.

‚ÄúQuando se aumenta o valor per capita para aquisi√ß√£o de alimenta√ß√£o escolar, estamos protegendo a crian√ßa, melhorando a quest√£o pedag√≥gica e combatendo a inseguran√ßa alimentar. Muitas crian√ßas fazem cinco refei√ß√Ķes na escola e v√£o comer de novo no dia seguinte, quando chegam para a aula. Ent√£o, n√≥s vamos refor√ßar esse trabalho de ter refei√ß√Ķes com alto teor de prote√≠na, de ferro e outros ingredientes‚ÄĚ, detalha o subsecret√°rio de Apoio √†s Pol√≠ticas Educacionais, Nivaldo F√©lix.

O Pnae √© conhecido mundialmente e, no Brasil, o DF √© refer√™ncia no assunto. ‚ÄúCrian√ßa mal alimentada e com fome n√£o aprende, n√£o tem pr√°tica esportiva, n√£o tem √Ęnimo. Vamos introduzir ainda mais produtos ricos em ferro, mais prote√≠nas. Tudo isso √© pensado para o estudante‚ÄĚ, acrescenta F√©lix.

Segundo a Secretaria de Educa√ß√£o, os recursos est√£o liberados e ser√£o importantes para assegurar refei√ß√Ķes mais balanceadas aos alunos, inclusive aqueles que estudam em turno integral. ‚ÄúEsse aumento √© importante para dar uma nova dimens√£o da alimenta√ß√£o escolar. Se hoje somos refer√™ncia nacional, com esse aumento n√≥s vamos conseguir fazer muito mais‚ÄĚ, avalia o gestor.

Al√©m do refor√ßo no or√ßamento, a pasta trabalha em outras frentes para que a melhor comida poss√≠vel chegue at√© o prato dos estudantes. As a√ß√Ķes v√£o desde a capacita√ß√£o das merendeiras at√© a compra de alimentos org√Ęnicos da agricultura familiar, projeto previsto para o segundo semestre letivo.

você pode gostar

Deixe um coment√°rio

Portal de Notícias 

Saiu no DF, Saiu aqui.

Escolhas dos editores

Artigos Mais Recentes