quarta-feira, dezembro 6, 2023
In√≠cio ¬Ľ Atendimento em diabetes e hipertens√£o no DF √© refer√™ncia nacional

Atendimento em diabetes e hipertensão no DF é referência nacional

Profissionais de todo o pa√≠s passar√£o a acompanhar de perto o trabalho desenvolvido por servidores da Secretaria de Sa√ļde

por Ricardo Souza
0 Coment√°rio

Redu√ß√£o de 19% de interna√ß√Ķes relacionadas ao diabetes e de 24% por conta da hipertens√£o. Queda de 60% no n√ļmero de pacientes com complica√ß√Ķes causadas pelas doen√ßas cr√īnicas e menos interna√ß√Ķes nos hospitais. Os resultados registrados pelo Centro de Aten√ß√£o ao Diabetes e Hipertens√£o (CADH), no Parano√°, credenciaram a unidade a se tornar um centro colaborador do Conselho Nacional de Secret√°rios de Sa√ļde (Conass). Profissionais de todo o Brasil passar√£o a acompanhar de perto o trabalho desenvolvido por servidores da Regi√£o Leste de Sa√ļde do DF.

‚ÄúO reconhecimento do CADH como centro de treinamento s√≥ se deu porque o local tem um acolhimento diferenciado, completo‚ÄĚ, afirma a secret√°ria de Sa√ļde, Lucilene Flor√™ncio. A gestora se refere ao atendimento que √© feito em uma s√≥ visita na unidade. Quando o paciente d√° entrada, s√£o realizadas consultas em sequ√™ncia com m√©dico, fisioterapeuta, nutricionista, assistente social, psic√≥logo, enfermeiro e farmac√™utico, al√©m de verifica√ß√Ķes imediatas sobre complica√ß√Ķes, como o p√© diab√©tico.

‚ÄúNo modelo tradicional o paciente ficaria em listas diferentes de espera. Nesse modelo a gente consegue garantir o atendimento em suas diferentes necessidades‚ÄĚ, explica a enfermeira Jane Franklin, diretora de Aten√ß√£o Especializada da Regi√£o Leste de Sa√ļde do DF.

Esse acompanhamento constante e diferenciado √© elogiado por Fl√°vio Luiz de Moraes, de 59 anos, um dos 1.300 pacientes do CADH. ‚ÄúEu sou fruto desse trabalho. Convivi com uma diabetes muito brava. Foi o carinho dessas pessoas daqui que me renovou. S√≥ tenho que agradecer‚ÄĚ, diz. Desde que foi iniciado a nova metodologia de trabalho, tamb√©m n√£o foram registrados na √°rea casos de pacientes que sofreram amputa√ß√Ķes por conta da diabetes.

‚ÄúEssa excel√™ncia alcan√ßada na Regi√£o Leste vai ser propagada na rede p√ļblica de sa√ļde do DF‚ÄĚ

Esse trabalho de gest√£o feito no CADH √© resultado de um projeto muito maior. Na realidade, a linha de cuidados envolve desde as unidades b√°sicas de sa√ļde (UBSs) at√© o Hospital da Regi√£o Leste (HRL). Esse processo de trabalho √© conhecido como planifica√ß√£o, e o projeto-piloto foi iniciado em 2016 na Regi√£o de Sa√ļde Leste, uma √°rea que compreende uma popula√ß√£o total de 340 mil pessoas das regi√Ķes administrativas do Parano√°, Itapo√£, S√£o Sebasti√£o, Jardins Mangueiral e Jardim Bot√Ęnico.

Uma das principais etapas √© o matriciamento, quando servidores especializados em diabetes e hipertens√£o fazem treinamentos para os colegas das 28 UBSs da regi√£o de sa√ļde. Isso permite que casos mais simples sejam acompanhados localmente, com a vantagem de ser at√© mais perto da resid√™ncia dos usu√°rios, e somente os mais complexos sigam para o CADH. Ao fim, o foco √© reduzir a procura direta ao hospital, bem como diminuir o agravamento de casos, levando a interna√ß√Ķes hospitalares que podem ser evitadas.

A estrutura√ß√£o das redes de aten√ß√£o, o acolhimento dos usu√°rios e o correto direcionamento dos servi√ßos ser√£o parte do treinamento a ser ofertado aos servidores dos estados que vierem conhecer o trabalho desenvolvido no DF. ‚ÄúIsso permite alcan√ßar resultados positivos, n√£o s√≥ do ponto de vista sanit√°rio, de indicadores, mas tamb√©m do ponto de vista de satisfa√ß√£o dos usu√°rios e dos servidores‚ÄĚ, acrescenta o superintendente da Regi√£o Leste de Sa√ļde, Sidney Sotero Mendon√ßa.

O projeto de planifica√ß√£o come√ßou em 2016 com treinamento das equipes tanto da Aten√ß√£o Prim√°ria quanto da Aten√ß√£o Secund√°ria, com apoio do Conass e assist√™ncia t√©cnica do Hospital Israelita Albert Einstein, do Hospital Benefic√™ncia Portuguesa e do Minist√©rio da Sa√ļde. ‚ÄúIsso √© resultado de um trabalho di√°rio de uma equipe que se re√ļne para atualiza√ß√£o cient√≠fica, para atualiza√ß√£o de rede e para mapeamento e melhoria de processos‚ÄĚ, finaliza Jane Franklin.

Segundo a secret√°ria de Sa√ļde, a proposta, agora, √© ampliar a planifica√ß√£o para outras regi√Ķes de sa√ļde. ‚ÄúEssa excel√™ncia alcan√ßada na Regi√£o Leste vai ser propagada na rede p√ļblica de sa√ļde do DF‚ÄĚ, pontuou Lucilene Flor√™ncio.

você pode gostar

Deixe um coment√°rio

Portal de Notícias 

Saiu no DF, Saiu aqui.

Escolhas dos editores

Artigos Mais Recentes