s√°bado, dezembro 2, 2023
In√≠cio ¬Ľ Educa√ß√£o ganha o refor√ßo de cerca de tr√™s mil servidores

Educação ganha o reforço de cerca de três mil servidores

Entre 2019 e 2023, foram nomeados 16.769 aprovados em concurso p√ļblico para cargos efetivos no GDF

por Ricardo Souza
0 Coment√°rio

A educa√ß√£o p√ļblica do Distrito Federal vai ganhar o refor√ßo de 2.953 servidores. Nesta ter√ßa-feira (7), a governadora em exerc√≠cio Celina Le√£o assinou a nomea√ß√£o de 1.861 mil monitores de gest√£o educacional e de 1.092 aprovados para outras carreiras. O ato ocorreu no Audit√≥rio Master do Centro de Conven√ß√Ķes Ulysses Guimar√£es e contou com a presen√ßa de boa parte dos futuros profissionais da rede.

Futuros profissionais da rede p√ļblica de ensino do DF lotaram o Audit√≥rio Master do Centro de Conven√ß√Ķes Ulysses Guimar√£es para participar da solenidade com a governadora em exerc√≠cio, Celina Le√£o | Foto: Renato Alves/Ag√™ncia Bras√≠lia

Foram nomeados 1.861 monitores de gest√£o educacional, 686 secret√°rios escolares, 400 de apoio administrativo, dois de arquivologia, dois de comunica√ß√£o social e dois de direito e legisla√ß√£o. J√° na gest√£o Ibaneis Rocha, entre 2019 e 2023, foram nomeados 16.769 servidores aprovados em concurso p√ļblico para cargos efetivos no Governo do Distrito Federal (GDF).

Um refor√ßo que vem em boa hora para a pasta que re√ļne o maior n√ļmero de profissionais entre todas as secretarias do DF, com mais de 66 mil servidores ativos, inativos, pensionistas e outros. Nas salas de aula, os n√ļmeros tamb√©m s√£o superlativos, com mais de 475 mil estudantes matriculados.

‚ÄúAs pessoas com defici√™ncia precisam de um atendimento de qualidade na educa√ß√£o p√ļblica, elas precisam de voc√™s. E, se voc√™s est√£o felizes, imagina as m√£es e familiares desses alunos. A comunidade escolar est√° muito mais feliz‚ÄĚ

Segundo a governadora em exerc√≠cio, a chegada desses servidores vai atender um p√ļblico que precisa de um acompanhamento pr√≥ximo dos estudantes, como √© o caso dos alunos com algum tipo de defici√™ncia, atualmente estimados em 28 mil em toda a rede.

‚ÄúAs pessoas com defici√™ncia precisam de um atendimento de qualidade na educa√ß√£o p√ļblica, elas precisam de voc√™s. E, se voc√™s est√£o felizes, imagina as m√£es e familiares desses alunos. A comunidade escolar est√° muito mais feliz‚ÄĚ, disse.

Ainda segundo a governadora, a Educa√ß√£o √© parte essencial no or√ßamento do governo e, por isso, recebe prioridade. ‚ÄúEstamos alocando R$ 180 milh√Ķes para a remunera√ß√£o anual desses servidores. √Č uma grande nomea√ß√£o e uma espera de tantos anos. Eles chegam para atender uma procura cada vez maior por vagas na rede p√ļblica‚ÄĚ, complementa.

Para a secret√°ria de Educa√ß√£o, H√©lvia Paranagu√°, a educa√ß√£o √© uma grande rede que, para funcionar da melhor forma, precisa de um corpo de funcion√°rios completo. ‚ÄúA nossa miss√£o √© cuidar de gente, dos nossos estudantes. Para cuidar bem deles, n√≥s precisamos de todos os profissionais da Educa√ß√£o, desde o vigilante, passando pela merendeira at√© os monitores, professores, t√©cnicos de gest√£o escolar e os demais. √Č uma rede formada por muita gente‚ÄĚ, lembra. ‚Äú√Č uma alegria muito grande porque, sempre que convocamos novos servidores, isso significa melhoria no atendimento aos alunos‚ÄĚ.

‚ÄúComecei a estudar em 2016 e fiz a prova no ano seguinte. N√£o estava esperando essa nomea√ß√£o, e ela veio como um presente nesse momento da vida. Atuo como professora tempor√°ria e, agora, entrar na rede vai mudar a minha vida. Sei da necessidade de monitores nas escolas e entro para somar‚ÄĚ

Os servidores nomeados cuidam de áreas diversas, entre elas da parte administrativa, de apoio e suporte. Os monitores, por exemplo, chegam para cuidar de 28 mil alunos com algum tipo de deficiência. Já os secretários são responsáveis pelos dados e matrículas dos estudantes, enquanto os técnicos são alocados em áreas administrativas nas regionais de ensino.

Aprovada para o cargo de apoio administrativo da carreira de Assist√™ncia √† Educa√ß√£o, Rov√Ęnia Ara√ļjo estudou durante tr√™s anos at√© passar no concurso. Tempo que, agora, faz valer todo o esfor√ßo. ‚ÄúDeixei uma beb√™ na creche, foi um momento doloroso e que valeu muito. Entro de cora√ß√£o aberto e com muita gratid√£o para trabalhar na Secretaria de Educa√ß√£o‚ÄĚ, diz.

Futura colega de Rov√Ęnia, Andreia Alves tamb√©m foi aprovada para monitora de gest√£o educacional. A profissional j√° atua na secretaria, de forma tempor√°ria, e agora comemora o cargo efetivo. ‚ÄúComecei a estudar em 2016 e fiz a prova no ano seguinte. N√£o estava esperando essa nomea√ß√£o, e ela veio como um presente nesse momento da vida. Atuo como professora tempor√°ria e, agora, entrar na rede vai mudar a minha vida. Sei da necessidade de monitores nas escolas e entro para somar‚ÄĚ, afirma.

Fonte: Agência Brasília.

você pode gostar

Deixe um coment√°rio

Portal de Notícias 

Saiu no DF, Saiu aqui.

Escolhas dos editores

Artigos Mais Recentes