segunda-feira, dezembro 11, 2023
In√≠cio ¬Ľ Governo de SP e Prefeitura de S√£o Sebasti√£o foram avisados de risco de desastre 2 dias antes, diz diretor de √≥rg√£o nacional de monitoramento

Governo de SP e Prefeitura de São Sebastião foram avisados de risco de desastre 2 dias antes, diz diretor de órgão nacional de monitoramento

por Ayrton Lemos
0 Coment√°rio

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) disse que o governo do estado de São Paulo e a Prefeitura de São Sebastião foram avisados com dois dias de antecedência sobre o risco de desastre na cidade em razão de fortes temporais. O alerta citava a Vila do Sahy, onde depois mais de 30 pessoas morreram.

Moradores relatam, porém, que não foram alertados pela Defesa Civil e que não houve nenhum pedido para que deixassem suas casas mesmo diante do perigo de deslizamento.

‚ÄúN√≥s conseguimos fazer a previs√£o com 48 horas de anteced√™ncia, inclusive, dando a localiza√ß√£o do desastre‚ÄĚ, afirmou ao g1 o diretor do Cemaden, Osvaldo Moraes.

O Cemaden, que é um órgão federal, opera sem interrupção, monitorando, em todo o território nacional, as áreas de risco dos municípios classificados como vulneráveis a desastres naturais.

O seu papel √© acompanhar os √≠ndices meteorol√≥gicos e geol√≥gicos ‚Äď de movimenta√ß√£o de terra ‚Äď para, com base nisso, emitir alertas para que os √≥rg√£os de preven√ß√£o atuem nas √°reas.

Balanço da Defesa Civil aponta 48 mortes (47 em São Sebastião e uma em Ubatuba). Mais de 50 pessoas continuam desaparecidas. Saiba quem são os mortos na tragédia.

No domingo (19), o colunista Gerson Camarotti, havia adiantado que o governo de São Paulo tinha conhecimento, 2 dias antes da tragédia, do risco de chuvas fortes na região de São Sebastião.

você pode gostar

Deixe um coment√°rio

Portal de Notícias 

Saiu no DF, Saiu aqui.

Escolhas dos editores

Artigos Mais Recentes